27/07/2017 - Notícias CNPC

Em reunião com o MAPA, FPA recebe aceno para solucionar crise do setor produtivo de carne

O presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, deputado federal Nilson Leitão, esteve reunido nesta quarta-feira (26/7) com o Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, o presidente da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), José Martins, e representantes do setor pecuário. O debate girou em torno de alternativas para enfrentar a crise gerada a partir da Operação “Carne Fraca”, em março deste ano, e a recente suspensão da importação de carne bovina fresca pelos Estados Unidos devido a preocupações sanitárias.

“A grande novidade que marca este novo momento vivido pelo setor é a organização de toda a cadeia produtiva para resolver as questões mais urgentes, ou seja, sempre estivemos de costas um para o outro, o produtor de costas para o frigorífico e assim por diante”, disse Leitão.

Segundo ele, a partir desta união, iniciada em Cuiabá, por grandes entidades como a Associação dos Criadores de Mato Grosso (ACRIMAT), a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (ABIEC), a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato) e o Governo do Estado, será mais fácil superar a crise e sensibilizar o governo federal. “Chamamos a CNA e conseguimos colocar toda a cadeia produtiva na mesa para discutir a modernização do setor com harmonia e tranquilidade” ressaltou.

O ministro Blairo Maggi informou que a Pasta já trabalha favoravelmente às sugestões apresentadas em julho deste ano, pela FPA, para enfrentamento da crise. “Estamos trabalhando internamente para apresentar as melhores soluções que contemplem o setor”.

Entenda

No início do mês, o presidente da FPA apresentou ao MAPA três ofícios com sugestões específicas para atenuar a crise do setor pecuário, melhorar a eficiência do sistema de inspeção, com foco em ações que coíbam fraudes e com proposta de nova orientação para vacinas contra a febre aftosa.

Entre as propostas, está a verticalização da linha de comando da inspeção, diminuindo o número de intermediários, e a adoção de um novo modelo, mais moderno e eficiente. O documento também traz recomendações sobre a vacinação contra a febre aftosa como, por exemplo, a priorização pela via de aplicação subcutânea, a fim de minimizar o risco de a vacinação causar abcessos ou lesões, e a retirada da saponina dentre os componentes da vacina.

Com o objetivo de sanar irregularidades no Sistema de Inspeção Federal a fim de diminuir os problemas constatados na Operação Carne Fraca, a FPA solicitou ainda a realização de auditoria interna no Ministério da Agricultura para apurar os desvios de conduta profissional praticados por servidores e puni-los com as medidas cabíveis.

© Copyright 2001 - 2017 - Todos os direitos reservados.
CNPC – Conselho Nacional da Pecuária de Corte
Paradoxo Digital