10/08/2017 - Notícias CNPC

SP registra recorde de vacinação contra febre aftosa na primeira etapa

Foram imunizados 99,62% dos bovídeos com até 2 anos de idade

A primeira etapa de vacinação contra a febre aftosa no Estado de São Paulo, realizada em maio, alcançou recorde. De acordo com dados do sistema informatizado Gedave, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado, 99,62% dos bovídeos (bovinos e bubalinos) com idade de zero a 24 meses foram imunizados. O índice anterior alcançado nesta etapa foi de 99,46%.

Foram 4.536.221 cabeças em 112.697 propriedades rurais. Dessas, 1.832 propriedades não apresentavam registro de vacinação, ficando 17.063 bovídeos sem inscrição.

As equipes da Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA) da secretaria realizaram 961 vacinações assistidas, com 39.174 bovídeos vacinados. Foram 39 vacinações fiscalizadas, com 1.503 bovídeos vacinados.

Com o fim da campanha, as equipes iniciaram a visita às propriedades que deixaram de realizar a vacinação e a comunicação. Como a vacinação e a comunicação da vacinação no Estado de São Paulo são obrigatórias, deixar de vacinar implica em autuação de cinco Unidades Fiscais do Estado de São Paulo (Ufesps) por cabeça e deixar de comunicar a vacinação implica em multa de três Ufesps. O valor de cada unidade é R$ 25,07.

Confira abaixo o quantitativo de bovídeos envolvidos na etapa de vacinação contra a febre aftosa em maio de 2017, o número de animais vacinados e o índice de imunização em cada regional de Defesa Agropecuária.

© Copyright 2001 - 2017 - Todos os direitos reservados.
CNPC – Conselho Nacional da Pecuária de Corte
Paradoxo Digital